quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011


Hoje é dia de agradecer
pois a vida consequenciou
a espera não está aqui pra ver
a chance desfilar de caminhão

Parece até que meu amor chegou
e ele duvidou da negação
que nada valeria esse prazer
que faço sem ganhar nenhum tostão

meus versos são migalhas do meu ser
da sina de enfrentar a solidão
do céu ao mar morar no amanhecer
por desfrutar da plena afirmação

5 comentários:

Sã Nascimento disse...

"e ele duvidou da negação
que nada valeria esse prazer
que faço sem ganhar nenhum tostão"

Gosto muito do que vc escreve Gugu, vi no twitter que está indo pra Sampa, boa viagem queridão
Um beijo!

Eu conto música... disse...

Me perguntavam
O que você quer ser quando crescer?
Respondia: quero tocar violão
Adulta, pensei "grana" ou "prazer"?
Descobri que o "tanto" bom para viver
É aquele que te traz amigos
e muita paz ao coração.

Beijo, Gugu.

Nana... disse...

"meus versos são migalhas do meu ser"

Vc transpira sentimentos

Beijos Gu²

Xandy Britto disse...

Eis o poeta! Levando poesia pra música desse Brasil! Isso aí! XB

Sã Nascimento disse...

http://samianascimento.blogspot.com/2011/02/varandistas.html

O que eu vejo e sinto sobre a varanda, se puder dar sua opinião ficaria feliz...
beijo Gugu