segunda-feira, 7 de junho de 2010

Valsa tonta.


Quase
Bem de ti
bem te vi
quase morro aos pedaços

te jurei
meu amor,
com pavor
de não me completar

Esse fim
que já foi
de nós dois
trouxe nossa saudade

Disse olá
que será?
não sei mais
como classificar

Se vou bem
você vem
quando não
ponho tudo a perder

E depois
somos nós
outra vez
a nos apaixonar

2²²

4 comentários:

Keiny Luize disse...

"te jurei
meu amor,
com pavor
de não me completar"

Tati disse...

Belíssimo... Balanço incrível.

Sem ter muito o que dizer... Puro encanto.

Lú Fernandes disse...

Adorei!! Me encanto + a cada texto...

lucilenepoliveira disse...

... é básico : a poesia te encanta e você é um encanto de poeta. Lindo!